BLOG

Impermeabilizar para reabilitar

Assim asseguramos uma longa vida ao edifício         

A vida de um edifício pode ser longa, muito longa, sempre e quando forem levadas a cabo as medidas adequadas para a sua manutenção. Mediante a reabilitação de um imóvel, é possível devolver a um estado ótimo de segurança e habitabilidade requerido pelo Código Técnico da Edificação (CTE), independentemente do nível de fase e tendo em conta as limitações de desenho de cada edifício. Se as atuações forem realizadas seguindo os critérios de eficiência energética e sustentabilidade, o edifício não só recuperará a sua “juventude”, como também, oferecerá aos seus habitantes novos níveis de conforto, salubridade e um baixo impacto ambiental.

Dos aproximadamente 25 milhões de vivendas existentes em Espanha, cerca de dois milhões estão em mau estado de conservação e 90% dos edifícios são anteriores à aprovação do CTE, pelo que sofrem sérias carências no que diz respeito à eficiência energética, tornando-os em autênticos “sumidouros de energia”.

Para preparar o parque existente seria necessário levar a cabo uma série de atuações para corrigir as patologias associadas à sua idade e ao desgaste próprio dos materiais: melhorias na envolvente, revisão (e substituição em caso de necessidade) das instalações existentes, ou a reparação dos sistemas para a impermeabilização dos edifícios são algumas delas.

No caso dos sistemas de impermeabilização, os danos provocados pela exposição aos elementos, a passagem do tempo ou as ruturas ocasionadas por um mau manuseamento podem dar origem a problemas importantes no edifício. Portanto, atuar para melhorar a impermeabilização é fundamental para garantir o bom comportamento do imóvel, tanto para conservação da sua respetiva estrutura, como para o bom funcionamento e manutenção dos isolamentos térmicos e isolamentos acústicos dos diferentes elementos construtivos do edifício, principalmente coberturas e fachadas.

No mercado encontramos múltiplos produtos e sistemas de impermeabilização desenvolvidos pelos fabricantes para garantir as necessidades da reabilitação de edifícios, mais exigentes, geralmente, que em novas construções. Por exemplo, existem soluções de impermeabilização certificadas para impermeabilizar coberturas com uma inclinação de 0%, ou seja, sem ser necessário colocar uma camada de formação de inclinações por baixo dela. Este tipo de soluções surgem por exemplo, para dar resposta a soluções de reabilitação onde o forjado original não admite o excesso de peso da formação de inclinações.

Para escolher a melhor solução para as suas necessidades de reforma é conveniente consultar primeiro os profissionais do setor. As empresas fabricantes dispõem de departamentos técnicos que o(a) poderão assistir no momento da seleção do produto mais adequado.